Manifestações de caminhoneiros devem seguir até a meia-noite, afirma governo

A paralisação de caminhoneiros em diferentes pontos do Brasil deve seguir até a 0h desta quinta-feira, 9, informou o Ministério da Infraestrutura com informações repassadas pela Polícia Rodoviária Federal. Segundo nota divulgada no início da tarde desta quarta-feira, 8, foram registradas 56 ocorrências de concentração e tentativas de bloqueios em quatro Estados. De acordo com a pasta, o movimento não possui liderança única. “Não há coordenação de qualquer entidade setorial do transporte rodoviário de cargas e a composição das mobilizações é heterogênea, não se limitando a demandas ligadas à categoria.” O ministério ainda afirma que a PRF está nos locais para impedir qualquer movimentação à força por parte dos manifestantes.

Segundo informações da PRF dos Estados, os caminhonerios estão impedindo a passagem apenas de veículos de carga. Veículos de passageiros e de cargas perecíveis estão liberados. Não foram confirmadas interdições totais nas rodovias federais. Em Santa Catarina, os atos ocorrem nos municípios de Garuva, Joinville, Araquari, São João do Sul, Mafra, Santa Cecília, São Francisco do Sul, Guaramirim, São Bento do Sul, Canoinhas, Navegantes e Itajaí, No Paraná, as paralisações estão sendo realizadas nas cidades de Paranavaí e em Maringá. O Estado também possui bloqueios em pontos de rodovias estaduais em quatro municípios. Já no Espírito Santo, caminhoneiros bloqueiam vias em Linhares, João Neiva, Viana, Iconha, Itapemirim, Ibatiba e Vila Velha. Ainda não há informações sobre as reivindicações dos grupos. As mobilizações ocorrem após atos em apoio ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no feriado de 7 de Setembro.

Artigo anteriorDólar passa de R$ 5,30 após escalada da tensão política; Ibovespa recua mais de 2,5%
Próximo artigoDólar dispara 2,9% e vai a R$ 5,32 com tensão entre Poderes; Bolsa despenca 3,8%